Método de como se confessar

A CONFISSÃO

I . QUEM NOS LIBERTA DOS PECADOS?

  1. A batalha contra o pecado é batalha de fé, isto é, do poder de Deus. Somente Deus pode libertar-nos do pecado: “Jesus Cristo nos arrancou do poder das trevas mediante a sua morte e ressurreição, e continua nos arrancando desse poder. (Col. 1: 132-14)”.
  2. Quando persistimos num determinado pecado. Jesus Cristo não é o Senhor desta área. Antes de tudo deve haver uma libertação, uma arrancada do poder das trevas e isto só o Senhor Jesus pode fazer. E Jesus deve ser proclamado Senhor também dessa área.
  3. O pecado destrói a vida divina, não apenas da pessoa que peca, mas também da família, da sociedade e da comunidade em que vive. É a dimensão social do pecado que deve ser redimida. O pecado nos sujeita ao domínio de Satanás.

II . O QUE FAZER?

Devemos desmascarar o inimigo, confessando o pecado a um sacerdote no Sacramento da Confissão. Quando confessamos o pecado a um  sacerdote no Sacramento da Confissão. Quando confessamos nosso pecado, não o manifestamos somente a um sacerdote um homem igual a nós, mas o apresentam, ao poder curador de Jesus e JESUS  O APAGA COM SEU SANGUE PRECIOSO.
Onde “abundou o pecado, superabundou a Graça” (Rm. 5:20).

O importante não é o pecado, mas a atitude para com ele.
É preciso renunciar ao pecado “Se a tua vista direita te leva ao pecado, arranca-ª..(Mt 5|:27-30).
E depois da confissão? Depois da confissão é preciso procurar as pessoas que prejudicamos com o nosso pecado com a vontade de reparar o mal, como o fez Zaqueu (Lc. 19.1-10).

III  . A  PREPARAÇÃO

Quando quiseres confessar-te, recolhe-te a um lugar isolado e prepara-te:

1
Primeiro agradece a Deus, dizendo:

“Meu  Deus e meu Pai, eu vos louvo e agradeço por me terdes dado a vida e tantos benefícios durante esta minha vida, inclusive os Sacramentos e o Sacerdote que me ouvirá em Confissão”.

2
Segundo. Reza no íntimo de tua alma:

“Jesus envia-me a luz do teu Espírito, a fim de que Ele me ilumine e me ajude a discernir quais os pecados que cometi e qual a sua gravidade. Ajuda-me também a me arrepender sinceramente. Amém”.

3
Terceiro. Poderás percorrer com tranqüilidade às perguntas abaixo e assinalar aquelas coisas que te lembras de ter praticado ou omitido. Se não entenderes uma pergunta, procure consultar alguém de tua confiança.

4
Quarto, depois do exame feito com cuidado e recolhimento, olha para Jesus sobre a cruz, coberto de sangue abandonado por todos na sua agonia. Tudo por causa do pecado. Mas Deus é misericordioso. Ele te espera e te acolhe com carinho quando voltas a Ele.

Reza agora o ATO DE CONTRIÇÃO:
“Meu Jesus, crucificado por minha culpa estou arrependido de ter feito o pecado, pois ofendi a Ti que és tão bom. Mereço ser castigado neste mundo e no outro. Mas perdoa-me, por piedade. Não quero mais pecar. Ajuda-me com a Tua graça. Amém”.

5
Quinto. Vai conversar com o confessor
A confissão é sacramento.
Sacramento é adoração de Deus. Por isso devemos receber todos os sacramentos, especialmente o da confissão, em oração e adoração. O penitente se confessa orando a Deus. O sacerdote aconselha orando a Deus.

O penitente dirá:
“Senhor, diante deste ministro da Igreja, eu me acuso de que faltei desta ou daquela maneira”.
Vós tendes sido bom para comigo e eu vos ofendi. Peço perdão a Vós e também ao padre”
.

É uma oração e não simplesmente uma listagem de pecados.
É uma oração de perdão. É uma experiência de oração e de adoração.
Neste processo a pessoa é curada em seus desequilíbrios emocionais, que não estão diretamente sob o controle da vontade. Só indiretamente podem ser atingidos e curados. As curas implicam perdão. O perdão restaura o equilíbrio emocional. Dado o perdão e restaurado o equilíbrio emocional, o caminho para a cura física está aberto.

Alguns textos bíblicos: João 20, 22-23; Tiago 5, 16; I João 1, 7-10; 2 Sam. 12, 1-15; Lucas 15, 11-32.

A) OS  MANDAMENTOS  DE DEUS

1º Mandamento:
AMARÁS AO SENHOR TEU DEUS DE TODO O TEU CORAÇÃO, DE TODA A TUA ALMA, DE TODAS AS TUAS FORÇAS (Lc.10).

Duvidei da existência de Deus? Acreditei apenas num ser supremo? Reneguei ou abandonei a minha fé? Pensei ou afirmei que todas as religiões são boas? Procurei aprender a minha religião? Rezei todos os dias?
Li livros ou revistas imorais, escritos ou jornais contrários à fé e aos bons costumes? Conservei estes escritos comigo? Emprestei-os a outros? Assisti a programas de TV ou cinema contrários à fé e aos bons costumes? Zombei da religião ou de seus ministros? Desconfiei da Misericórdia de Deus? Queixei-me de sua providência nas doenças, na pobreza e nos sofrimentos? Deixei de fazer, por muito tempo, os atos de fé, de esperança e de amor? Zombei das coisas santas? Revoltei-me contra Deus? Freqüentei reuniões, cultos dou organizações contrárias à minha fé, como espiritismo, umbanda, quimbanda, jorei, sarava, batuque, maçonaria, curandeirismo, seicho-no-yê, cartomantes, magia, feiticeiros, benzedeiras, adivinhos? Estou portando  comigo orações supersticiosas?  Agouros? Amuletos? Figuinhas? Lidei com despachos? Acreditei em horóscopo? Usei o horóscopo? Fiz curso de controle mental ou desenvolvimento mental e emocional ou meditação transcendental? Talvez não tenha participado diretamente nestas reuniões, cultos ou organizações contrários à minha fé, mas deles participaram meus pais, parentes ou outros e me comprometeram indiretamente? Talvez tenha ido apenas por estudo e curiosidade (contudo você ficou comprometido)? Coloquei as coisas do mundo, tais como riqueza prazer, poder, fama, os meus conhecimentos, acima de Deus? Adorei a Satanás? Invoque a Satanás? Evoquei os espíritos dos mortos? Acreditei na reencarnação?

2° Mandamento:
NÃO PRONUNCIARÁ O NOME DO SENHOR TEU DEUS EM VÃO.

Pronunciei o nome de Deus dizendo palavras irreverentes? Roguei praga contra Deus? Ofendi a Deus com palavras? Recusei o auxilio de Deus? Desconfiei de Deus? Pronunciei o nome dos Santos sem respeito? Blasfemei contra Deus? Nossa Senhora? Os Santos? Contra a Igreja? Contra os Sacramentos? Jurei falso ou sem necessidade? Prometi coisas ruins com juramento? Tenho deixado de cumprir promessas que fiz? Falei das coisas santas sem respeito?

3° Mandamento:
GUARDARÁS O DOMINGO E DIAS SANTOS DE PRECEITO

Participei de missa inteira aos domingos e dias santos? Cheguei tarde por própria culpa? Fui irreverente na igreja, rindo e conversando inutilmente? Tenho trabalho aos domingos e dias santos sem necessidade? Aproveitei esses dias para rezar mais e passar mais tempo com a família? Obriguei outros a trabalhar sem justa causa em dia santo?

4° Mandamento:
HONRARÁS PAI E MÃE.

Fui malcriado para com meus pais e superiores? Entristeci-os gravemente? Desejei-lhes mal? Desobedeci-lhes em coisas importantes? Zombei de pessoas pobres, idosas, aleijadas? Tive vergonha de meus pais? Neguei-lhes minha ajuda e assistência, sobretudo se velhos ou doentes?
Amo a meus pais? Honro a meus pais? Perdôo-lhes? Rezo por eles?

5° Mandamento:
NÃO MATARÁS.

Expus-me ao perigo de vida sem necessidade? Tentei suicídio? Fui imoderado no comer e beber? Embriaguei-me? Usei tóxico? Injuriei os outros? Deixei de ajudar o próximo em suas necessidades espirituais ou materiais? Briguei? Alimentei pensamentos ou desejos de vingança? Tive raiva ou ódio do meu próximo? Desejei-lhe algum mal? Desejei-lhe a morte? Conservei alguma inimizade? Denunciei alguém injustamente à autoridade para tirar proveito? Pus em perigo a vida corporal ou espiritual de outros? Com palavras? Omissões? Atitudes exageradas? Temeridade na direção do carro? Convidei alguém para o pecado? Disse palavras injuriosas para o meu próximo? Espanquei? Feri? Matei alguém? Mandei ou aconselhei a matar? Aconselhei ou provoquei aborto? Fiquei triste com o bem do próximo? Dei mau exemplo?

6° e 9º Mandamentos:
NÃO PECARÁS CONTRA A CASTIDADE. NÃO COBIÇARÁS A MULHER DO PRÓXIMO.

faltei ao pudor? Despi-me diante dos outros? Cometi pecados impuros comigo mesmo (masturbação), com outros? Com animais? Provoquei tentações ou desejos impuros por más leituras, toques, cinemas, bailes licenciosos, trajes indecentes? Contei piadas imorais? Procure as ocasiões de pecado? Rezo pedindo a Deus a força para ser casto? Tive relações fora do matrimônio? Liberdades no namoro? Defendi a promiscuidade e relações pré-matrimoniais? Defendi o divórcio? O aborto? Desejei adultério? Pratiquei adultério? ( este pecado deve ser considerado como violação de uma lei de Deus e não apenas uma inofensiva falta moral; o adultério destrói a família).

7° a 10°Mandamento:
NÃO FURTARÁS, NÃO COBIÇARÁS AS COISAS ALHEIAS.

Tenho furtado alguma coisa dos outros? Tenho furtado dinheiro dos meus pais? Cobicei as coisas alheias? Aceitei ou comprei as coisas furtadas sabendo? Fiquei com coisas achadas, sem procurar o dono? Planejei algum furto? Causei prejuízo de propósito ou por negligência? Paguei as minhas dívidas? Procurei reparar os danos causados? Abusei da alta de preços? Cobrei juros excessivos? Enganei o próximo nas compras e vendas? Apelei injustamente para as leis trabalhistas para obter indenizações indevidas? Desperdicei tempo no trabalho? Retive coisas que deveria ter dado ao próximo? (A reparação faz parte do perdão do pecado).

B) OS MANDAMENTOS DA IGREJA

Deixei de confessar-me ao menos uma vez cada ano? Confessei-me sem contrição sincera e sem firme propósito de corrigir-me? Não cumpri a penitência imposta? Não fiz a comunhão pascal? Comunguei sabendo que estava em pecado grave? Faltei ao jejum prescrito? Comi carne nos dias de abstinência? Ajudei à Igreja, participei com interesse na vida paroquial? Rezei pela Igreja? Engajei-me como apóstolo pelo exemplo e pela participação, também financeira? Obedeci às justas leis do estado? Aproveitei-me dos bens públicos ilicitamente? Usei mal ou desperdicei bens públicos? Soneguei impostos?

C) PECADOS CAPITAIS

O pecado contra o Eu.

Templo vivo do Espírito Santo ( 1° Cor. 3: 16 – 17) e feito à imagem e semelhança de Deus.
Como vai o meu orgulho? A minha soberba? A minha auto suficiência? A minha vaidade? A minha necessidade de chamar a atenção? A minha vida emocional? Conheço-me como sou? Como vai o meu ativismo? O meu complexo de salvador do mundo?

O pecado contra Nós.

O Homem é um ser Social, essencialmente voltado para o outro. SERVIR ( material, mental e espiritualmente).
Qual tem sido a minha atitude em relação aos que tem salários insuficientes? À submoradia e a falta de moradia? Ao desemprego, subemprego? Aos que estão passando fome ou se alimentando mal? Aos que passam frio por falta de vestuário adequado? Aos doentes, que faltam remédios, atendimento e hospital? Em relação ao analfabetismo (educação)? Como tenho vivido a pobreza evangélica? Tenho esbanjado com compras inúteis, como bebidas alcoólicas, comidas exageradas, roupas que exaltam apenas a minha vaidade? Tenho pregado Jesus Cristo ou divisões, lutas de classe, discórdias?
Como vai a minha inveja? O meu ciúme? O meu ressentimento? Como vão as minhas amizades? Eu tenho amigos? Minha vida tem equilíbrio? Como vai a minha família? Parentes? Vizinhos?

O pecado contra o “Ter bens”

Como está o dinheiro em minha vida? Como está o materialismo? Os apegos às coisas materiais: meu carro? Saber mais para poder exaltar-me?

O pecado contra a autopreservação (autodefesa).

Como vai a minha impaciência? A minha ira? O meu desejo desordenado de vingança? O meu ódio? A minha raiva?

O pecado contra o “alimentar-se”.

Como vai a gula em minha vida? Eu vivo somente a nível de prazer? A comida? A bebida? Tóxicos? Remédios? Televisão? Músicas? Cigarros? Café? 
A minha gula intelectual (a nível de prazer)? A minha gula do saber, para exaltar-me?

O pecado contra o “descansar”.

Como vai a minha preguiça? Como vai a minha omissão? Eu começo um trabalho e nunca consigo ir ao fim? Como está o meu lazer? Como ocupo o meu tempo?

O pecado contra o “sexo”.

Como está a minha sexualidade? Minha imaginação? Como está o orgulho da carne? Tenho relacionamento errado? Sou permissivo(a)?

V. PARA REFLETIR

01 – Qual a imagem que tenho de mim mesmo? Positiva? Negativa?
02 – Eu gosto de mim mesmo?
03 – Qual a imagem que os outros têm de mim? (coloque o nome de três amigos e em nome deles você se pergunte: como você me vê?)
04 – Com qual me identifico mais meu pai ou minha mãe? Por quê?
05 – Como enfrento a solidão em minha vida?
06 – Como enfrento a aridez de minha vida espiritual?
07 – Durante a semana quais os momentos que fico mais perturbado e perco o controle de mim mesmo? Por quê?
08 – Atualmente, qual a maior dificuldade que tenho em minhas orações? Por que? Como?
09 – Qual foi a maior experiência de Deus que tive e como foi?
10 – Como vão as minhas amizades? Eu tenho amigos?
11 – Como está a minha vida emocional? Minha vida tem equilíbrio? Entreguei minhas emoções para Jesus: meu temperamento? Meu caráter? Conheço-me como sou?
12 – O que me atrapalha e necessita de cura:
angústia, ansiedade, complexos (inferioridade e superioridade), lembranças negativas do passado, fracassos, incoerências comigo mesmo, falsidade comigo mesmo, falsidade com os outros, falsa humildade, incapacidade de expressar meus sentimentos reais, relacionamentos superficiais, máscaras, fingimentos, teatros, timidez exagerada (introversão/fechamento), confusão (caos interior e exterior), falta de simplicidade (Lc. 10:21), sentimento de auto-rejeição: imagens negativas, mágoas e ressentimentos, incapacidade de distinguir entro o medo e a prudência, raiva, ciúme e inveja, insegurança, competições, divisão de meu coração (1º Cor. 3: 1 – 7 ), legalismo (Rom. Cap. 7 e 8), carência afetiva, medo de amar, abraçar (familiares, amigos), tristeza e melancolia interior, autopidedade, desilusão emocional, desânimo, possuir e dominar os outros, medo de autoridade, julgamento fariseico: eu sou melhor..., incompreensão, incapacidade de escutar os outros, solidão existencial, fobias, vícios, neuroses e fantasia, duplicidade e mentira, busca de compensações (bebidas, tóxicos, etc.), apegos mundanos, mediocridade, passividade, superficialidade comigo mesmo, com os outros, com a vida, preconceitos, inibições, doenças físicas e psicológicas.

VI FALSOS PROFETAS / FALSAS DOUTRINAS

  1. NÃO HÁ COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS: Dt.18:10-14; Is. 8: 19-20; Sb. 2:5.
  2. NÃO EXISTE REENCARNAÇÃO: Hb 9:27; Gal.1:7; Jô.3:20-21; Mc.16:9; Jo 1:14-21.
  3. NÃO EXISTEM DIFERENTES MUNDOS PARA HABITAÇÃO DOS ESPÍRITOS: Lc. 23:43; Jo. 14:3; Mt. 25:31-46; Lc. 22:29
  4. NÃO SOMOS SALVOS PELAS OBRAS E PELOS SOFRIMENTOS: Jo. 1:12; 3:16-18; 6:40-47; Rom. 3:23-28.
  5. A SALVAÇÃO É DOM GRATUITO DE DEUS: Ef. 2:1-10; Ot. 5:10; Is. 43:11-12; 48:17; At, 4:11-12.
  6. DEUS EXISTE E NÃO PRECISA DE GUIAS PARA SE MANISFESTAR: Hb. 1:1; 11:6; Jo. 1:14; 14:6-11; 13-23; Ap. 3:20; Is. 55:6-7; 59:1-2; Lv. 19:31.
  7. JESUS É DEUS E NÃO SÓ UM HOMEM EVOLUIDO: Jô. 1:1-14; 4:25-26; 5:17; 6:38; 8:46-58; 10:24-26.30.38; 14:6-11; 20.31.
  8. O ESPIRITISMO NÃO É A TERCEIRA REVELAÇÃO PROMETIDA, NÃO É O ESPÍRITO SANTO, O PARÁCLITO, O ESPÍRITO DA VERDADE: Jo. 14:16-17; 14:26; 14:26; 16:26; 16:7-8:13; Rom. 8:26-27; Ef. 4:4-6.
  9. EXISTE O CÉU: Jo. 3:27; 6:51; 12:13; Mt. 5:12; 28:18; 5:12; 28:18; 5:3.10.12; 6:9 Col.1:5-20-23.
  10. NÃO EXISTE O INFERNO E AS PENAS EXTERNAS: Mt. 5:29-30; 10:28; 23:30-46; IIPd. 2:4; Ap.20:10; 21:8.
  11. EXISTÊNCIA DO DIABO, SATANÁS, DEMÔNIOS, ESPÍRITOS MALÍGNOS, AS POTESTADES, ANJOS DOMINADORES DESTE MUNDO: Mt. 25:41; 12:24; 26:29-43; 13:39; 9:32-33; 17-18.21.7: 8:28-34.
  12. NÃO DEVEMOS CRER EM ADVINHOS, BENZEDEIRAS, CARTOMANTES, NECROMANTES, HORÓSCOPOS, SUPERSTIÇÕES E MAGIAS (FEITIÇOS): Is. 2;6; At. 1:7; 19:19; Lev. 19:31; 20:6-27; Dt.4:19.
  13. DEVEMOS CUIDAR COM OS FALSOS PROFETAS. Mc. 13:21-22; II Cor. 11:3-4,13-15; IIPd.2:1-3; 3:3-4; 2:1-3; 3:3-4; At. 13:6-12.
  14. DEVEMOS CUIDAR JCOM OS FALSOS ÍDOLOS. Ez. 14:6; I Cor. 10:14; Zc. 10:2; Js. 24:20; II Cor. 3:3-6.
  15. GUARDAI-VOS DAS FALSAS DOUTRINAS: Hb. 13:9; Col. 2:8; II Tm. 3:15-16; II Pd. 3:15-16; Gal. 1:11-12;
  16. ENSINO HERÉTICO DO SEICHO-NO-YE.

A – O Seicho-no-ye afirma erradamente: 1) que o homem não é pecador. 2) que ter consciência do pecado é um mal; 3) que o homem é puro e perfeito; 4) que o homem é o seu próprio salvador; 5) que o homem se salva       pelas obras; 6) que Jesus Cristo não é o salvador; 7) que Jesus Cristo não morreu pelos pecadores; 8) que não existe o inferno.
B – Estas afirmações são heréticas porque contrárias à nossa fé, segundo os textos bíblicos seguintes:

  1. Rm 1:18-3:20
  2. Rm. 5:12-21; 6:23; 7:8; El. 2:3
  3. Gal. 5:19-21; Rm. 6:20-22; Hb. 13
  4. Rm 5:14; I Jo 4:4; Tg. 1:14-16
  5. Ef. 2:1-10; Tt. 3:4-6; 2:11-15; At. 4:11-12
  6. Mt. 1:21; Lc. 2:11; Jo. 1:12-13-16
  7. Mt. 9:2; 20:28; 26:28; Jo. 1:29; At. 2:38; 10-38-43; Rm 4:25.
  8. PERIGOSA DO CONTROLE MENTAL E MEDITAÇÃO TRANSCENDENTAL

a . Egocentrismo – No seu empenho de autotransformação, concentram-se em si mesmo, ferindo o 1º mandamento de Deus e incorrendo no 1º pecado capital.
b . Esterilidade da vida espiritual – Uma concentração exagerada no próprio desenvolvimento, acaba com o gosto pela oração, a leitura da Palavra de Deus, a eucaristia.
c . Falsas doutrinas – Estes sistemas nos fazem esquecer que nossa suficiência está em Jesus Cristo, Senhor e Salvador, não em nós, no nosso conhecimento, nos truques psico-espirituais que induzem uma iluminação...
d . Elementos daninhos que influem no psiquismo: hipnotismo auto-sugestão.
e .  Invasão de espaços desconhecidos do inconsciente (Lc. 11:24-26).

baixe o modelo de >> como se confessar